Romeo na terra dos sovietes
Depois de passar muito tempo morando longe da sua Rússia natal, e se inspirando em um ambiente ocidental fértil, Serguei Prokofiev voltou com sua esposa e seus filhos para a sua terra natal, que nessa altura já tinha se tornado em União Soviética. Foi um retorno pertubador: não reconhecia mais o seu país. Em troca, o público soviético demorou em dar as boas-vindas ao seu balé Romeu e Julieta: foi rejeitado pelos teatros de dança e os bailarinos não conseguiam entender o ritmo. O balé incomodou muito as pessoas, e foi realizado apenas com aplausos entusiastas? quatro anos depois.
A obra é um reflexo da tempestuosa vida do seu compositor, que é composta por grandes sucessos e uma dor profunda. Sergueï Prokoviev variava entre composições que exaltavam o regime e criações gratuitas, como a partitura do filme final de Serguei Eisenstein, "Ivan the Terrible", que foi censurada.
Como uma tragédia de Shakespeare, este filme organiza a história do seu trabalho, sua vida amorosa e a história política do país, e revela uma luta constante implícita entre o artista e o regime soviético, entre a liberdade criativa e a ideologia restritiva.
Informação
Título original
Romeo In The Land Of Soviets
Gênero
Documentary